Topo

Área de Intervenção
  • Ambiente
Duração
1 Ano
Nav
Público Alvo
  • Famílias
  • Pais e Encarregados de Educação

Adesões Finais

Adesão
Parentalidade positiva
Projeto
Parentalidade positiva
Texto Intro

O projeto “Ser Família- Promoção da Parentalidade Positiva”  foi criado para dar resposta a uma necessidade emergente da comunidade local, tendo sido identificada pelas diversas Instituições a laborar na área social na Freguesia de Avintes, sendo que foi espelhada no Diagnóstico Social da Freguesia – documento produzido com a colaboração de todas as Instituições que são parte integrante da Comissão Social de Freguesia, em 2017.

O principal objectivo deste projeto é fornecer ferramentas à comunidade que visem a promoção do exercício da parentalidade de forma mais consciente e informada. Especificamente, pretende-se que o público adquira competências a nível de técnicas cognitivo-comportamentais que os auxiliem a recompensar/incentivar as crianças, assim como a corrigir determinados comportamentos não pretendidos e consequentemente a saber gerir conflitos de forma saudável; pretende-se também dotar os indivíduos de um conhecimento sustentado acerca das necessidades das crianças e qual a forma mais eficaz de as satisfazer; pretende-se igualmente que se consciencializem do impacto dos diferentes modelos parentais e familiares na formação da personalidade das crianças; que tomem conhecimento da importância de hábitos, regras e rotinas, da gestão do tempo em família, da escuta activa e interpretação de expressões emocionais; introduzir a temática do bullying, de forma a potenciar um conhecimento mais aprofundado acerca desta problemática, com todas as suas nuances, com o objectivo de promover a identificação de todos os sinais, por mais discretos que sejam, suportando as crianças/jovens na adoptação de estratégias para encarar e lidar com o problema de forma positiva, e por fim, consciencializar o público do impacto das Novas Tecnologias na dinâmica familiar, a fim de potenciar um uso equilibrado, contrabalançando vantagens e desvantagens do seu uso.

Prevê-se a implementação de um conjunto de onze sessões, a realizar durante o ano de 2019, com uma regularidade mensal; orientadas e mediadas por técnicos de Serviço Social e Psicologia, das três Instituições Parceiras, e tendo como alicerce os métodos da educação não formal, promovendo o debate e a troca de ideias através de exercícios de carácter prático. Este tipo de modalidade metodológica dotará as Sessões de um maior dinamismo, que, por conseguinte provocará maior adesão por parte do público participante.

Este é um projeto que foi desenhado desde a base de forma colaborativa, uma vez que assim se partilha responsabilidades e diversidade de abordagens. A dinâmica colaborativa entre as três entidades parceiras (Abrigo Seguro – Associação de Solidariedade Social; FJOL – Fundação Joaquim Oliveira Lopes; Gaiurb, EM) para a consecução do projeto surgem como lógicas por constituírem uma mais-valia a diversos níveis devido à sua própria especificidade. Nomeadamente, em termos de abrangência de uma maior diversidade de públicos e em termos de divulgação do projeto. Visto que são entidades distintas que por sua vez, alcançam públicos distintos, este facto irá unir públicos-alvo havendo assim convergência, facto que enriquecerá o projeto a diversos níveis. Esta colaboração também constitui uma vantagem a nível de uma maior riqueza de conhecimentos a nível das áreas relacionadas com o conteúdo e propósito das sessões, visto que todas as entidades parceiras possuem técnicos especializados nestas áreas.

Inspire-se neste projeto e saiba como contribuir para a re-educação da comunidade em prol de uma parentalidade positiva.

 

 

Logotipo
Parentalidade positiva
Entidade
Abrigo Seguro - Associação de Solidariedade Social
Distrito
Porto
Entidades Envolvidas
  1. Abrigo Seguro – Associação de Solidariedade Social;
  2. FJOL – Fundação Joaquim Oliveira Lopes;
  3. Gaiurb, EM

Bottom

Telefone
227846520
Website
Morada
Rua da Fraternidade, N.º 70
Facebook