Topo

Área de Intervenção
  • Por favor Selecione
  • Capacitação da Comunidade e/ou das Instituições
Duração
1 Ano
Nav
Público Alvo
  • Por favor selecione
  • Dirigentes associativos
  • Agricultores
  • Comunidade em Geral e Técnicos das instituições
  • Desempregados
  • Docentes, autarcas e investigadores
  • Empreendedores
  • Escolas, Universidades, Empresas, Associações
  • Famílias
  • Grupos de risco/ Vulneráveis
  • Organizações privadas e públicas de qualquer dimensão e área de atividade
  • População idosa
  • Utentes de respostas sociais
  • comunidade
  • profissionais da cultura
  • profissionais do turismo
  • Técnicos(as) de Intervenção Social
  • Técnicos/as

Adesões Finais

Adesão
Projeto Aldeias que Tocam, Povo que Clama
Projeto
Projeto Aldeias que Tocam, Povo que Clama
Texto Intro

"Aldeias que Tocam, Povo que Clama" é um projeto de desenvolvimento social e sustentável que nasce da ação pensada, construída e realizada com e para as comunidades de Oeiras e Macedo de Cavaleiros, em resposta aos desafios sociais que enfrentam diariamente, uma em contexto urbano e outra em contexto rural.

Adotando uma metodologia de rede colaborativa, articulada e envolvendo todas as forças vivas dos dois territórios, o projeto age no combate e prevenção de um conjunto de problemas que, apesar dos contextos e realidades serem distintos, as problemáticas sociais são comuns.

Os objetivos gerais são:
 Promoção do envelhecimento ativo;
 Empoderamento das famílias;
 Inclusão e promoção da intergeracionalidade;
 Redução do isolamento e combate à desertificação;
 Promoção do Voluntariado e Turismo Social (sénior e jovem).

As atividades têm como base um diagnóstico realizado durante o ano de 2018, em duas ações, centrando a sua atuação em três vetores:
 Ao nível da capacitação dos stakeholders envolvidos nas duas regiões, nomeadamente das entidades públicas, empresários/produtores locais e agentes de desenvolvimento local;
 Ao nível da partilha, intercâmbio cultural e transferências de saberes, quer intergeracionais quer inter-regionais;
 Ao nível da aquisição de competências pessoais e sociais (soft skills) integradas na realização de atividades lúdicas e de entretenimento.

Desde o primeiro momento que um dos fatores diferenciadores de atuação do projeto reside na envolvência, quer dos naturais dos territórios que vivem fora, quer de entidades, cujo percurso possa inspirar e contribuir para o desenvolvimento de um programa de ação consistente. Neste sentido, procurou-se calendarizar uma ação estruturada ao longo de 2019, não só no período de verão e de festa das aldeias, mas principalmente nos períodos cujas tradições e atividades regionais possam enriquecer e potenciar os resultados das atividades previstas.
O projeto tem a duração prevista de dois anos, 2019 e 2020, iniciando-se nos concelhos de Oeiras e Macedo de Cavaleiros, com a perspetiva de replicabilidade noutras aldeias e regiões de Portugal em anos seguintes.

Inspire-se e conheça mais sobre o projeto Aldeias que Tocam, Povo que Clama.

Logotipo
Projeto Aldeias que Tocam, Povo que Clama
Entidade
Fundação Obra Social das Religiosas Dominicanas Irlandesas (FOSRDI) - Centro Sagrada Família (CSF)
Distrito
Lisboa
Entidades Envolvidas
  1. Associação de Solidariedade Social Crescer a Cores
  2. Associação SPIN
  3. Câmara Municipal de Macedo de Cavaleiros
  4. Câmara Municipal de Oeiras
  5. Fundação Ageas – Agir com Coração
  6. Fundação Montepio
  7. Junta de Freguesia de Carnide
  8. União de Freguesias Algés, Linda-a-Velha e Cruz Quebrada/Dafundo

Bottom

Telefone
214102422
Morada
Rua António Luís Gomes, Quinta do Leonel, 9, 1495-129 Algés
Facebook