Topo

Área de Intervenção
  • Capacitação da Comunidade e/ou das Instituições
Duração
1 Ano
Nav
Público Alvo
  • Escolas, Universidades, Empresas, Associações

Adesões Finais

Adesão
Formalização e alargamento da rede portuguesa de instituições de ensino superior salutogénicas (RIESS)
Projeto
Formalização e alargamento da rede portuguesa de instituições de ensino superior salutogénicas
Texto Intro

Coimbra mobiliza-se no alargamento de instituições de ensino superior salutogénicas.

Conheça a metodologia para alcançar este objetivo:

• Mobilização de instituições de ensino superior de língua portuguesa

Envio de convites para as instituições de ensino superior de língua portuguesa que ainda não aderiram. Serão realizadas algumas reuniões dialógicas nas instituições que queiram mais especificações. 

• Capacitação de grupos semente

Na primeira etapa cada instituição aderente cria um grupo semente que recebe formação dos coordenadores de PEER-IESS, em regime de b-learning (Curso PEER-IESS, 30h). Esta etapa tem por finalidade melhorar a capacidade de pesquisa e inovação nos parceiros; e ainda as habilidades de pesquisa-ação participativa dos grupos semente. O “grupo semente” é constituído por docentes, não docentes, estudantes e parceiros comunitários, mobilizados para aplicar o PEER-IESS.

• Diagnóstico de situação e negociação de intervenções

Após o período de recrutamento e capacitação o grupo semente organiza-se para realizar propostas: avaliar estilos de vida (questionário on-line); identificar risco de saúde e segurança em contextos de vida dos estudantes; e propor soluções para reduzir (ou eliminar) os problemas detetados. Esta etapa requer mais formação, visitas a locais representativos dos diferentes tipos de atividade estudantil, para identificação de risco, necessidades e lacunas de conhecimento. Preconiza-se o intercâmbio de equipas (job shadowing) entre IES e parceiros que permitirá aprofundar investigação e práticas em temáticas específicas. As propostas dos grupos semente são efetivadas em portfólios digitais e negociadas na comunidade educativa e com a direção da IES. 

• Conduzir e avaliar as atividades de promoção de saúde 

Por cada IES parceira, prevê-se o envolvimento de pelo menos 50 estudantes e 10 docentes (de saúde e outras áreas como turismo, gestão, comunicação organizacional, desporto), e ainda líderes locais relacionados com a administração interna, o turismo, a saúde e a segurança. Alguns instrumentos já foram validados no âmbito desta rede: Questionário on-line ou presencial sobre estilos de vida. Os métodos de trabalho PEER-IESS integram estudantes e investigadores no desenvolvimento de produtos e serviços de promoção da saúde e segurança, reconhecendo que a participação é o núcleo de uma boa prática e que é importante maximizar a participação daqueles, cuja vida ou trabalho é o tema da pesquisa, em todas as fases do processo. 

• Avaliação de processo e resultados

Todos os representantes das IES aderentes colaboram na compilação de dados para:

   • Identificação dos contributos do envolvimento na pesquisa participativa dos estudantes do 1º ciclo de ensino da saúde, em relação à aquisição de competências para o exercício da profissão;

    • Avaliação o processo de transformação da IES numa instituição de ensino superiorsalutogénica (IESS);

    • Avaliação da eficiência do ponto de vista da resolução dos problemas de saúde de uma comunidade académica.

• Disseminação

Um seminário de apresentação de boas práticas e uma monografia será produzida com esta informação no final de 2 anos. Todas as IES aderentes serão incitadas a produzir artigos científicos sobre as suas atividades e resultados. 

Inspire-se nesta mobilização e envolva-se no projeto Formalização e alargamento da rede portuguesa de instituições de ensino superior salutogénicas.

Logotipo
Formalização e alargamento da rede portuguesa de instituições de ensino superior salutogénicas
Entidade
E.S. de Enfermagem de Coimbra e Rede de Instituições de E.S. Salutogénicas
Distrito
Coimbra
Entidades Envolvidas
  1. Irma Brito, Carminda Morais, Maria da Conceição Rainho, Márcia Cruz, Fernanda Príncipe, Catarina Tomás, Emília Costa, Rosa Godinho, Hiram Arroyo, Fernando Mendes
  2. Escola Superior de Enfermagem de Coimbra
  3. Instituto Politécnico de Viana do Castelo
  4. Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
  5. Escola Superior de Enfermagem do Porto
  6. Escola Superior de Saúde da Cruz Vermelha Portuguesa de Oliveira de Azeméis
  7. Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico de Leiria
  8. Escola Superior de Saúde da Universidade do Algarve
  9. Escola Superior de Saúde de Angra do Heroísmo da Universidade dos Açores
  10. Red Iberoamericana de Universidades Promotoras de Salud-RIUPS
  11. International Collaboration for Participatory Health Research - ICPHR
  12. IREFREA Portugal

Bottom

Telefone
239 487 200 | 969 452 838
Facebook